Prefeituras da região estão fechadas em protesto, exceto Guarabira


Prefeitos das cidades da região do Brejo paralisaram as atividades nesta quinta-feira (24), em protesto por causa das constantes quedas na arrecadação e no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Todas as repartições públicas como escolas, secretarias municipais, sede do Executivo e outros estão de portas fechadas, exceto os serviços essenciais como limpeza pública e postos de saúde.
Maior cidade da região, e por conseguinte a que tem maior volume de arrecadação, a Prefeitura de Guarabira não aderiu à paralização do movimento municipalista paraibano. Por meio de sua assessoria, o prefeito Zenóbio Toscano confirmou que “A Prefeitura de Guarabira tem o funcionamento normal nesta quinta-feira (24)”, escreveu o secretário de Comunicação, Cid Cordeiro, numa rede social.
Para chamar a atenção da presidente Dilma Rousseff está ocorrendo hoje uma sessão especial na Assembleia Legislativa, coordenada pela Famup, com todos os prefeitos da Paraíba, apresentados dados que comprovam a situação grave por que passam os municípios, muitos com salários atrasados e outros que adotaram medidas severas de contenção de gastos.
O gesto de Zenóbio em “boicotar” o movimento dos prefeitos não deixa de ser uma falta de coleguismo com os gestores da região que sofrem com a redução em larga escala dos recursos para tocar a máquina pública. Como principal cidade da região, se esperaria adesão de Guarabira nessa luta, pelo menos em solidariedade aos demais prefeitos. Com a manutenção de todos os serviços, a Prefeitura deixa evidente que não passa por dificuldades financeiras e não está se lixando para movimento municipalista.
Jota Alves – Portal25Horas
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: