Alunos invadem reitoria da UFPB em protesto contra atraso no auxílio de residência universitária

Universidade Federal da ParaíbaPouco mais de 100 estudantes invadiram o prédio da reitoria da UFPB em João Pessoa. Eles moram na residência universitária e fazem um protesto, na manhã desta sexta-feira (20), contra o atraso no pagamento de um auxílio-moradia de R$ 220. Segundo alguns dos manifestantes, os atrasos vem ocorrendo desde dezembro de 2014.
Os estudantes interditaram os acessos dos funcionários que trabalham na reitoria. Usaram para o bloqueio móveis encontrados nos corredores, como armários de metal. Eles exigem uma reunião com a reitora Margareth Diniz e dizem que havia uma promessa das pro-reitorias de que essa situação seria resolvida no início do ano.
De acordo com as informações dos universitários, os repasses dessa bolsa também não foram efetuados em janeiro e os referentes ao mês de fevereiro ainda não aconteceu.
Há casos de atrasos nos repasses de verbas para instituições federais não apenas em restaurantes e casas de estudantes. Pesquisadores e estudantes estão com bolsas atrasadas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão federal ligado ao Ministério da Educação (MEC). Os atrasos ocorrem em diferentes modalidades de bolsas – de iniciação à docência a programas de pós-doutorado – e em vários locais do país.
Também há registros de atrasos no pagamento a bolsistas em Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Piauí, Sergipe, São Paulo, Pernambuco, entre outros estados. O MEC sustenta que a situação está resolvida.
Na Paraíba, a invasão da reitoria ocorre um dia depois dos protestos na UFPB no restaurante universiário. Os funcionários terceirizados paralisaram suas atividades por algumas horas para reclamar de falta de pagamento em seus salários pela empresa que presta serviços à Universidade Federal da Paraíba.
Em contato com o Portal Correio, a assessoria de comunicação da UFPB reconheceu que houve um atraso no pagamento das bolsas dos estudantes, mas garantiu que os valores serão liberados ainda nesta sexta-feira. “Houve um problema com a relação dos estudantes beneficiados, o que impossibilitou o pagamento das bolsas, mas isso já está sendo resolvido e os estudantes receberão o dinheiro ainda hoje”.

Fonte Portal Correio 
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: