Homem mostra a consequência de só beber Coca-Cola por 1 mês


São Paulo – O que aconteceria se alguém bebesse 300 latas de Coca-Cola em um mês? Um homem resolveu fazer o teste e consumiu nada menos do que 10 latas do refrigerante por dia, durante o período. As consequências do experimento foram relatadas no site 10 Cokes a Day, criado por George Prior, de 50 anos de idade. 
Desde o começo, sua intenção era provar como o açúcar em excesso pode ser prejudicial ao organismo. Prior é seguidor da dieta Paleolítica e, até o início do teste, tinha uma boa saúde e um corpo em forma.
Além da grande quantidade da bebida, ele não mudou nada em sua rotina alimentar (marcada pela baixa quantidade de carboidratos na dieta e alta quantidade de proteína e gordura) e de exercícios, durante os 30 dias de teste.
Peso, pressão, porcentagem de gordura corporal e nível de glicose no sangue foram medidos diariamente, no período. Como previsto, no final da experiência, seu organismo deu sinais significativos de que algo estava errado.
Prior engordou 10 quilos (indo de 76,2 kg para 86,6 kg), sua pressão arterial foi de 13 por 8 para 14 por 9 e a gordura corporal teve alta de 62% (de 9,4 a 15,3). Já o nível de açúcar no sangue caiu de 93 para 86 mg/dl.
Em um dos vídeos gravados no dia seguinte ao fim do teste, já em “abstinência” de açúcar, ele contou que estava com dor de cabeça e se sentindo com pouca energia. Mesmo assim, prometeu que não tomará outra Coca-Cola por um bom tempo.
O resultado já era esperado. Mas, antes que alguém diga que ninguém em sã consciência bebe 10 latas de Coca-Cola por dia, Prior já responde: o problema não é apenas o refrigerante, mas sim a união de todas as bebidas doces, que muita gente costuma consumir durante o dia, desde o inocente suco de laranja até o “smoothie” consumido em um dia de calor.
Mais do que dizer que beber muito refrigerante faz mal à saúde e engorda, o criador do projeto procurou alertar as pessoas sobre a quantidade de doce inserida no cardápio, sem que elas percebam. Segundo Prior, o teste mostra que, ao contrário do que muitos pensam, não é a gordura ingerida que faz engordar, mas sim a quantidade de carboidratos e doces.
 
 
Fonte Diário do Brejo
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: