Encontro de governadores: Secretaria elabora plano de segurança; evento ganha destaque nacional



A Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) da Paraíba elaborou um plano operacional diferenciado para a atuação das Polícias Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros durante o Encontro de Governadores Eleitos do Nordeste, que acontece na terça-feira (9), no Centro de Convenções de João Pessoa. O trabalho será executado de forma integrada e tem como objetivo oferecer segurança aos participantes do evento, preservando a ordem pública.
A Polícia Militar será responsável pelo trabalho preventivo e ostensivo, com a participação do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e Batalhão de Operações Especiais (Bope) no local do encontro e também onde forem instaladas as comitivas de governadores eleitos participantes da reunião. A Polícia Civil irá executar ações de Inteligência e reforçará o efetivo empregado no evento, inclusive com o Grupo de Operações Especiais (GOE).
Viaturas de Auto Resgate e Auto Busca e Salvamento serão disponibilizadas pelo Corpo de Bombeiros para o Centro de Convenções, a fim de prevenir e combater incêndios e efetuar buscas, salvamentos e socorros de urgência, além de atividades de Defesa Civil.
De acordo com o secretário de Segurança e Defesa Social, Claudio Lima, o objetivo do plano é cumprir com o trabalho de segurança aos dignitários. “Este é um trabalho preventivo de segurança realizado costumeiramente em eventos que reúnem autoridades. Aqui na Paraíba o plano foi discutido com o cerimonial do Governo”, concluiu Claudio Lima.
O governador Ricardo Coutinho explicou que o objetivo maior do encontro é construir uma pauta regional, e não para Estados de forma isolada, e que, ao mesmo tempo, envolva as áreas de turismo, logística, portos, aeroportos e obras a exemplo da ferrovia Transnordestina e Transposição do Rio São Francisco. “Vamos dialogar com os novos governadores a construção de uma agenda positiva para o País com temas convergentes. Pretendemos criar um ambiente para discutir presente e futuro da região, mas numa perspectiva integradora com o País”, afirmou o governador.
Ricardo destacou que o País vive um momento crucial para reduzir a inflação, mas fez um alerta para que as medidas fiscais a serem adotadas não representem descuido com investimentos em infraestrutura. “Se o País fizer isso poderá pagar caro nos próximos anos por estarmos perdendo competitividade. Já conversei com os governadores e sei que eles concordam com isso. Queremos equilíbrio fiscal, mas sem descuidar dos investimentos na infraestrutura, na área logística e que continue a ter os grandes projetos. É conjugar equilíbrio fiscal com manutenção do desenvolvimento e da infraestrutura deste País”, ressaltou Ricardo Coutinho.

Fonte Araruna
1
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: