Universitários protestam contra falta de água e interditam entrada da UFCG

Protesto dos estudantes em Pombal 
Os estudantes universitários do campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) em Pombal, no Sertão do estado, interditaram durante a manhã desta quarta-feira (22), a entrada principal que dá acesso a instituição para protestar contra a constante falta de água no município e na instituição.

“O protesto é pacifico e os 96 residentes realizaram a manifestação para cobrar uma resposta da Cagepa para a constante falta de água na cidade, que atinge também o campus. O problema no abastecimento prejudica o andamento das atividades acadêmicas”, confirmou o Roberto Queiroga, diretor do Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar (CCTA-UFCG).
A manifestação interrompeu por completo a entrada e saída de veículos do campus. A direção foi comunicada sobre o protesto e uma comissão foi formada nesta quarta, com a participação do reitor da UFCG, Edilson Amorim, para tentar uma solução da falta de abastecimento.
“O caos não é só no campus, mas em toda cidade está sofrendo com a falta de água constante. Deve estar ocorrendo um colapso em Pombal”, frisou o diretor. Em Pombal funcionam os cursos de agronomia e engenharia ambiental, alimentos e civil.
De acordo com a Cagepa, o registro foi fechado nessa terça-feira (21) para manutenção preventiva na região. No entanto, o abastecimento foi regularizado desde o início da manhã desta quarta (22).
Ainda segundo a nota, a Cagepa não tem nenhum registro de reclamação de falta de água nos dias anteriores, como está sendo reclamado pelos estudantes.

Fonte Portal Correio 
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: