Debate: Ricardo acusa Cássio de abocanhar supersálario e tucano admite receber R$ 52 mi

Debate: Ricardo acusa Cássio de abocanhar supersálario e tucano admite receber R$ 52 mil
 O senador Cássio Cunha Lima, candidato a governador pelo PSDB, admitiu na noite desta quinta-feira (11), durante debate promovido pela TV Clube, em João Pessoa, que recebe um supersalário R$ 52 mil.


A remuneração do parlamentar tucano ultrapassa o teto constitucional brasileiro de R$ 29.462,25, valor pago mensalmente a um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A confirmação de Cássio veio a público a partir do questionamento feito pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação "A Força do Trabalho", que perguntou se era verdadeira a informação de que o tucano recebia mais que um ministro do STF.

Ao responder ao questionamento, Cássio disse que sim, mas alegou que parte da remuneração que recebe é destinada ao pagamento da pensão de sua ex-esposa. “O senhor (Cássio) não pode pagar pensão com dinheiro do tesouro. O senhor está transgredindo a lei”, observou o socialista. Depois do comentário de Ricardo, Cássio acusou o governador de ser oportunista.

Cássio rebateu revelando que está separado da ex-primeira dama Silvia Cunha Lima e que ela que recebe sua pensão de ex-governador e revelou ainda que solicitou a Secretaria de Administração do Estado que a pensão fosse destinada a sua ex-esposa e que se há ilegalidade, o governo do estado é conivente.

“Ricardo tem uma característica que é ser oportunista. Quando uma pessoa lhe convém ele elogia, quando não lhe serve mais ele ataca. Eu lamento que se traga para um debate uma questão pessoal”, destacou.

Redação PBAgora
Compartilhe no Google Plus

Sobre Administrador

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: