Paraíba registra 114 homicídios em junho, 25% menos que no mesmo período em 2013


De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social, a Paraíba apresentou redução de quase 25% do número de homicídios registrados no mês de junho deste ano, comparado-se com o mesmo período do ano passado. Em junho de 2014 foram registrados 114 crimes violentos letais intencionais, enquanto que em junho de 2013 aconteceram 151 casos.


No primeiro semestre de 2014 foram registrados 710 homicídios no estado, enquanto que no mesmo período de 2013 foram contabilizados 815 casos, o que significa uma queda de 12,9%.

Houve também a redução de incidência de mortes de mulheres. Nos primeiros seis meses de 2014 ocorreram 53, contra 78 no mesmo período do ano passado.

Para o secretário de segurança, Cláudio Lima, a redução de assassinatos no semestre é fruto do trabalho realizado pelas polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros. “No processo de integração, há o diagnóstico de problemas, planos de ação e monitoramento semanal e mensal. É um processo de construção e de resultado. Essa redução é fruto de um trabalho integrado entre as Polícias Militar e Civil, através de ações que resultam na prisão de pessoas acusadas de crimes e na apreensão de drogas”, afirmou. Segundo ele, além da diminuição do semestre em termos gerais, dez das 20 Áreas Integradas de Segurança Pública atingiram a meta de redução de 10% de homicídios, a exemplo daquelas que ficam na Região Metropolitana João Pessoa, Campina Grande, Sousa e Catolé do Rocha.

Para o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a redução em junho deste ano, especificamente, foi alcançada através de um planejamento prévio para os eventos realizados no mês. "Tivemos festejos juninos em várias cidades da Paraíba para garantir a segurança, assim como eventos relacionados à copa do mundo, o que exigiu um planejamento prévio de nossas ações", ressaltou.

Apreensão de armas e drogas

O trabalho ostensivo e de repressão qualificada executado pelos órgãos operativos da Seds também aumentou a quantidade de drogas e armas apreendidas no Estado neste semestre. Em 2014, houve crescimento de 9% nas armas retiradas de circulação. O total dos seis meses foi de 1.464 contra 1.339 nos mesmos meses de 2013.

No tocante às drogas, o aumento foi de 61% na quantidade de entorpecentes apreendidos. Entre maconha, cocaína e crack, foram retirados das ruas 541,6 quilos enquanto, nos primeiros seis meses de 2013, o acumulado foi de 336,6 quilos.

Fonte Araruna1
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: