Mãe denuncia que filha foi amarrada e espancada dentro de escola pública da Capital

Uma mãe de uma menina de nove anos de idade denunciou que a filha foi espancada por colegas durante uma aula de educação física em uma escola pública no Monsenhor Magno, Zona Sul da Capital. Ela deu entrevista ao programa Correio Debate, na Rede Correio Sat, nesta quarta-feira (30).

Segundo a mãe da garota, ao chegar do trabalho, a babá da menina informou que ela estava com hematomas pelo corpo e que havia chegado à casa com o nariz sangrando e o rosto machucado.

A criança teria sido espancada no meio da aula, quando dois colegas de classe, de 11 e nove anos, a convidaram para brincar e a menina recusou. Contrariados, os dois meninos começaram a espancar a garota e teriam também amarrado-a. Segundo a mãe da menina, nenhum funcionário da escola tentou conter os garotos.

Ao tomar conhecimento sobre a violência contra a filha, a mãe da garota disse que procurou a diretora da escola para esclarecer o que havia acontecido, a administradora escolar apenas informou que não conseguiu evitar a situação por que o quadro de funcionários é insuficiente para conter esse tipo de situação.

A menina, de nove anos, passou por acompanhamento médico e psicológico e a mãe da garota revelou estar decepcionada com a falta de compromisso da escola. “Espero que a escola tome uma atitude; por que uma escola com mais de 500 alunos não tem profissionais suficientes pra segurar ou expulsar esses alunos? Um negócio desse mata uma criança nesses dias. Fiquei chocada, nem sei como consegui chegar em casa” disse ela.

Portalcorreio
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: