Justiça acata denúncia contra mulher que matou advogado paraibano no RN

A Justiça do Rio Grande do Norte acatou denúncia contra a advogada Cleidimar de Oliveira Dantas, que foi presa acusada de matar o marido Lafaiete Dantas Júnior, no dia 18 de dezembro na cidade de Pau dos Ferros, no RN. A denúncia foi apresentada pelo Ministério Público Estadual. A vítima era advogado natural da cidade de Sousa, Sertão paraibano, onde foi sepultado. Ele foi morto com cincos disparos de arma de fogo à queima roupa.
Segundo consta no inquérito da Polícia Civil do RN, os peritos concluíram que o homicídio trata-se de crime passional após a quantia de R$ 53 mil ter sido encontrada no porta-malas do carro da mulher levantando a suspeita de que pretendia fugir após matar o advogado paraibano.
O juiz Rivaldo Pereira Neto, que acatou a denúncia do MP, afirmou que há fortes indícios de que a advogada matou o marido. No dia crime, ela foi encontrada ao lado do corpo em estado de choque e com a arma em punho, conforme relatos de policiais militares de Pau dos Ferros, que efetuaram a prisão da suspeita, após arrombarem a porta da sala onde o corpo foi achado. O crime ocorreu dentro o escritório de advocacia do casal.
Cleidimar de Oliveira está presa no alojamento feminino da Academia da Polícia Militar de Natal. Ela passou por um período de internação em uma clínica psiquiátrica por determinação da justiça.

Fonte Portal Correio
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment