Goleira campeã mundial de handebol, Maysa, recebe o título de embaixadora dos ODM

As mãos que levaram o Brasil ao topo do mundo no Handebol feminino agora querem levar as crianças da Paraíba a ter dias melhores, defendendo a oferta de ensino de qualidade e oportunidades de profissionalização para elas. Emocionada, a goleira da seleção brasileira Mayssa Raquel de Oliveira, recebeu ontem o título de embaixadora dos Objetivos de Desenolvimento do Milênio (ODM) e disse que não quer ver crianças passando pelas mesmas dificuldades que passou. A presidente da Fundação Solidariedade e diretora-executiva do Sistema Correio, Beatriz Ribeiro, comemorou a chegada do novo reforço ao time do Movimento Nós Podemos Paraíba, que mobiliza entidades públicas, privadas e não-governamentais para se engajar na proposta dos ODM, instituídos pela ONU (Organização das Nações Unidas) para melhorar a qualidade de vida no mundo.
Após a assinatura do termo de adesão ao ‘Nós Podemos Paraíba’, Mayssa relembrou sua trajetória e falou das portas fechadas que encontrou ao procurar por programas governamentais de incentivo a atletas na Paraíba, tendo que ir treinar na areia por falta de estrutura para a prática do handebol de quadra. “Eu só cheguei onde estou porque meus pais tiveram como me auxiliar, porque na hora que precisei de ajuda ou de condições para me tornar profissional, ninguém chegou junto, a não ser minha família”, contou.
A jogadora do HC Dínamo, da Rússia, demonstrou sua indignação ao ver, anos depois, crianças praticando esporte com pés descalços e em quadras cheias de lama, cena que a transporta aos tempos difíceis que passou.
“Quando eu encontrar algum governante vou contar minha história e cobrar que eles façam algo para que essas crianças não passem pelo que passei. Nós temos muitos atletas que nunca são revelados por falta de uma mão estendida. Eu quero mudar isso. Não quero mais ver isso”, afirmou. Mayssa disse que o título de embaixadora dos ODM a fortalece para enfrentar essa luta. “Estou muito feliz com esse convite e agora me sinto mais forte”, finalizou.
Sem conter as lágrimas
Seu Marcelo José Oliveira, pai de Mayssa, não conseguiu conter as lágrimas ao ver a filha receber o título de embaixadora dos ODM. Lembrou da infância da filha, quando uma madre do colégio católico o aconselhou a colocá-la para praticar esportes, dizendo que a garota não levava jeito para os estudos. “Quando recebi aquele conselho achei que minha filha nunca fosse chegar a lugar nenhum na vida. Fiquei pensando o que fazer com ela e hoje é difícil de acreditar em tudo que estou vendo acontecer. Minha filha é campeã do mundo, fala vários idiomas e agora virou embaixadora”, analisou, emocionado.
Reforço de peso
O time de embaixadores dos ODM na Paraíba já conta com os jogadores Hulk, atacante da seleção brasileira de futebol, e Álvaro Filho, do vôlei de praia, o nadador Caio Márcio, e os artistas Lucy Alves, Renata Arruda, Liss Albuquerque, Diana Miranda, Yego Gomez, Jurandy do Sax e o voluntário Patrick Teixeira Pires. A chegada da goleira Mayssa à equipe foi comemorada pela presidente da Fundação Solidariedade Beatriz Ribeiro. “Ela é um exemplo a ser seguido por muitas jovens, porque teve persistência para vencer as dificuldades que enfrentou e vai usar seu exemplo para ‘contaminar’ sua geração com a ideia de que é possível vencer através do esporte”, comentou.

Fonte Portal Correio
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment