Atraso ou redução do duodécimo aos Poderes será culpa da oposição, diz governador


O governador Ricardo Coutinho (PSB) afirmou nesta terça-feira (14), antes da solenidade de promoção de mais de dois mil policiais militares, no Palácio da Redenção, que qualquer atraso ou redução no repasse de valores do duodécimo aos Poderes será exclusivamente de responsabilidade da Assembleia Legislativa da Paraíba
Ele frisou que sem a aprovação Lei Orçamentária Anual 2014, obrigatoriamente os repasses têm que ser feitos com base nos valores do duodécimo de 2013.
O governador lamentou mais uma vez o adiamento da LOA e disse que essa “atitude da minoria na Assembleia não prejudica sua gestão, mas ao povo paraibano e aos próprios Poderes”.
“Eu acho que a oposição na Assembleia, com todo respeito, não tem prumo, não tem projetos e fica com essas brincadeirinhas, parecendo menino buchudo. Eles não conseguem dizer uma outra proposta, um outro planejamento, outro projeto, aí apelam para esse tipo de brincadeira. A oposição não respeita as instituições nem a Paraíba”
Segundo o governador, a oposição é uma minoria encastelada na presidência da ALPB. “A Paraíba está dando passos importantes na construção da cidadania e do seu desenvolvimento, mas a oposição fica querendo interromper esses passos”, criticou.
Ricardo Coutinho disse que está fazendo contas para definir o índice de reajuste dos servidores estaduais. Ele lembrou das dificuldades financeiras que todos os estados atravessam, mas destacou que a data base da categoria é em janeiro e que sem o orçamento contábil não há como repassar qualquer tipo de aumento.
“A culpa é única e exclusivamente da minoria. Quem tem que responder por esses prejuízos é essa minoria”, afirmou.

Fonte Portal Correio
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment