UFPB e UFCG estão entre as cinco melhores universidades do Nordeste


Os cursos paraibanos com maior Conceito Preliminar de Curso (CPC) são da rede privada: Administração da Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), com nota 3,85, e Administração do Instituto Paraibano de Ensino Renovado (Inper), com nota 3,53. A rede pública aparece logo em seguida, com o curso de Design da Universidade Federal de Campina Grande, com nota 3,45. O ranking do CPC e o Índice Geral de Cursos (IGC) das instituições de educação superior referentes ao ano de 2012 foram divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Os números apontam a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) como a melhor universidade do estado da Paraíba e a quarta melhor do Nordeste.
A UFCG obteve conceito 4 (IGC contínuo 3,50), enquanto que as duas outras universidades públicas do estado, a UFPB e a UEPB, obtiveram 3,37 (conceito 4) e 2,72 (conceito 3), respectivamente. A pontuação máxima é 5.

Os conceitos vão de 0 a 5, mas na Paraíba nenhum dos cursos analisados alcançou a nota máxima. No Estado, foram avaliados 16 cursos: Direito, Administração, Ciências Econômicas, Psicologia, Ciências Contábeis, Design, Turismo, Secretariado Executivo, Relações Internacionais, Tecnologia em Marketing, Tecnologia em Processos Gerenciais, Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Tecnologia em Gestão Financeira, Tecnologia em Gestão Comercial, Jornalismo e Publicidade e Propaganda.
A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) alcançou o primeiro lugar nos cursos de Direito, Ciências Econômicas, Turismo, Secretariado Executivo e Jornalismo. De acordo com os dados do CPC, que avalia o rendimento dos estudantes, a infraestrutura da instituição, a organização didático-pedagógica e o corpo docente, 71,6% dos cursos do Brasil apresentaram desempenho satisfatório, com os conceitos 3, 4 e 5. Foram avaliados 8.184 cursos de 1.762 instituições nas áreas de ciências sociais aplicadas e ciências humanas, além dos eixos tecnológicos de gestão e negócios, apoio escolar, hospitalidade e lazer, produção cultural e design. Os cursos representam 38,7% do total de matrículas da educação superior no país.

Fonte Portal Correio 
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment