Paraíba conquista primeiro lugar do Nordeste em Programa Internacional



A Paraíba atingiu a média mais alta entre os estados do Nordeste no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa). Com o coeficiente de 406 pontos (média geral), o Estado, que estava na 13ª posição no resultado da edição anterior, em 2009, ficou no 9º lugar do ranking nacional. O Estado também atingiu o primeiro lugar na Região Nordeste. O resultado do Pisa referente ao ano de 2012, divulgado nesta terça-feira (3), será apresentado oficialmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep/Mec) nesta sexta-feira (6), em Brasília. A solenidade contará com a presença da secretária de Estado da Educação, Márcia Lucena, que representará o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).
O Pisa é aplicado a cada três anos com provas de Ciências, Matemática e Leitura. Na disciplina de Leitura, a Paraíba obteve a média de 411, índice superando a média nacional, que foi de 390. O Programa de Avaliação é realizado com alunos de 15 anos de idade e em 2012 foi aplicado para mais de 510 mil jovens de 65 países, sob a coordenação da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Os 27 Estados brasileiros participaram do exame.
De acordo com a avaliação, a Paraíba obteve em Leitura 411 pontos, em Matemática 395 e em Ciências 412 pontos liderando o ranking na Região.  Participaram do PISA em 2012 no Estado, 33 unidades escolares, sendo 18 estaduais, 9 municipais e 6 privadas. “Vale ressaltar que a melhora no desempenho e o continuo avanço nos resultados se dá as inúmeras ações pedagógicas executadas a partir da implantação dos 33 projetos que compõem o Plano Paraíba Faz Educação, em 2011, na rede estadual de ensino”, disse a secretária de Estado da Educação Márcia Lucena.
Pisa - o objetivo do Pisa é produzir indicadores que contribuam para a discussão da qualidade da educação nos países participantes, de modo a subsidiar políticas de melhoria do ensino básico. A avaliação procura verificar até que ponto as escolas de cada país participante estão preparando seus jovens para exercer o papel de cidadãos na sociedade contemporânea.
As avaliações do Pisa acontecem a cada três anos e abrangem três áreas do conhecimento – Leitura, Matemática e Ciências – havendo, a cada edição do programa, maior ênfase em cada uma dessas áreas. Em 2000, o foco foi em Leitura; em 2003, Matemática; e em 2006, Ciências. O Pisa 2009 iniciou um novo ciclo do programa, com o foco novamente recaindo sobre o domínio de Leitura; em 2012, é novamente Matemática; e em 2015 será Ciências.
Além de observar as competências dos estudantes em Leitura, Matemática e Ciências, o Pisa coleta informações para a elaboração de indicadores contextuais, os quais possibilitam relacionar o desempenho dos alunos a variáveis demográficas, socioeconômicas e educacionais. Essas informações são coletadas por meio da aplicação de questionários específicos para os alunos e para as escolas.
Os resultados desse estudo podem ser utilizados pelos governos dos países envolvidos como instrumento de trabalho na definição e refinamento de políticas educativas, procurando tornar mais efetiva a formação dos jovens para a vida futura e para a participação ativa na sociedade.

Fonte Governo da Paraíba 
Compartilhe no Google Plus

Sobre rivaildo

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment