Tablets serão incluídos no programa Minha Casa Melhor


O governo federal deu um passo para incentivar a popularização de tablets no Brasil. Agora a modalidade de eletrônicos será inclusa no programa Minha Casa Melhor, que tenta financiar móveis, eletrônicos e eletrodomésticos por juros amigáveis para famílias de baixa renda.

De acordo com Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica),a decisão foi tomada na tarde desta terça, em reunião no Palácio do Planalto, com a participação de ministros, parlamentares e de representantes de entidades empresariais.

O presidente da instituição, Humberto Barbato, afirmou durante a ocasião de que notebooks já estavam inclusos no programa, o que alavancou a venda do produto. Para ele, os laptops são fundamentais para a inclusão digital, como os tablets também serão a partir de agora.


O Minha Casa Melhor oferece financiamento de até 5 mil reais para a compra dos produtos listados no programa, entre os quais agora se encaixarão os tablets. Os juros são de 5% e só estão aptos a receber aqueles beneficiados pelo Minha Casa, Minha Vida, que financia moradias populares.

Ao se registrarem no programa, as pessoas recebem um cartão da Caixa Econômica, válido em lojas credenciadas. Os produtos, no entanto, possuem um limite de preço. Os notebooks, por exemplo, só se encaixam no programa se custarem até R$ 1.150. Os tablets ainda não tiveram um valor máximo definido.

OLHAR DIGITAL
Compartilhe no Google Plus

Sobre Administrador

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment