Relógio que vai fazer contagem regressiva para Copa do Mundo é inaugurado no Rio


A Federação Internacional de Futebol (Fifa) inaugurou ontem (12) o relógio que fará a contagem regressiva para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O relógio foi inaugurado na Praia de Copacabana, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, quando faltavam 365 dias cinco horas e 42 minutos para o início da Copa.

Desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o relógio foi fabricado pela empresa suíça Hublot. Durante a inauguração, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que o Brasil está fazendo um grande esforço para construir os estádios e melhorar a infraestrutura do país. “A Copa é uma grande oportunidade para o país. Para o avanço da engenharia civil, para melhorar os serviços, ampliar o turismo e profissionalizar nosso futebol”, disse Rebelo.

O tricampeão mundial Edson Arantes do Nascimento, o Pelé,participou da cerimônia e disse esperar que o Brasil não repita a derrota de 1950 e ganhe a copa desta vez. “Espero não ter a mesma experiência que tive aos 9 anos, quando vi meu pai ouvindo o jogo [a final em que o Brasil perdeu para o Uruguai] e chorando. Espero que o Brasil seja campeão no Maracanã”, disse.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, voltou a dizer que está confiante de que todos os 12 estádios estarão prontos para a Copa do Mundo. “Não temos plano B para nenhum estádio em especial assim como não temos um plano de reduzir o número de 12 cidades-sede”, disse.

Valcke disse que a Odebrecht e o Corinthians garantiram que o Itaquerão estará pronto em dezembro deste ano e ressaltou que o gramado já foi plantado na arena, que será o palco de abertura da Copa do Mundo.

O secretário-geral da Fifa disse que para qualquer fã do futebol é um sonho assistir a uma Copa do Mundo no único país que jogou em todas as edições do torneio e que “tem cinco estrelas no peito”, referindo-se ao pentacampeonato da seleção brasileira. Valcke aproveitou para fazer um apelo aos torcedores que já compraram seus ingressos para que eles recolham logo seus tíquetes, já que não será possível fazer isso no dia do jogo.

Na cerimônia, jornalistas aproveitaram para questionar Pelé sobre a capacidade da seleção brasileira em levar o título da Copa das Confederações, que começa neste sábado (15) e da Copa do Mundo de 2014. “A seleção ainda não está pronta, mas temos uma base boa do meio campo para trás. Temos só que organizar do meio campo para frente. O torneio servirá para que a seleção tenha conjunto. Mas peço que os torcedores façam um esforço e não vaiem a seleção. Se ela não for bem
no torneio, vamos apoiar mesmo assim”, disse o ex-jogador.
 
Agência Brasil
Compartilhe no Google Plus

Sobre Colunista

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment