Acusado de matar a esposa e enterrar o corpo se entrega a polícia mas é liberado

Ariomar Santos, o “Mocó”, principal suspeito de assassinar a própria mulher, Michele Tavares, 19 anos e enterrar seu corpo dentro de uma fossa, se entregou a Polícia Civil da cidade de Soledade, na tarde desta segunda-feira (10).
 
De acordo com informações obtida pelo helenolima.com, “Mocó” chegou a delegacia por volta das 14 horas, na companhia de 2 advogados criminalistas, prestou depoimento e, em seguida, foi liberado para responder o processo em liberdade por ter se livrado do flagrante.
 
Michele foi encontrada morta no último sábado (8) dentro de uma fosse o quintal de uma casa na rua Pedro Barros, Alto da Bela Vista, zona norte da cidade de Juazeirinho.
 
Ela foi morta provavelmente na quarta-feira (5), justamente no dia em que completou 19 anos.
 
“O casal estava em crise e Michele não queria conviver mais com “Mocó”, que não aceitava a separação e armou uma cilada para dar cabo da vida da jovem, com quem tem um filho de 1 ano e 2 meses.
 
O corpo só foi localizado pelo pai de Michele, João Soares, 38 anos, graças a uma denúncia anônima por telefone.
 
“Moco” estava em São Paulo e retornou com o intuito de acertar contas com a ex-companheira, motivado por um ciúme doentio.
 
Da redação com Helenolima.com
Compartilhe no Google Plus

Sobre Colunista

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment