Vereador de Bananeiras está na lista de agricultores que recebem o benefício do Bolsa Estiagem

O vereador de Bananeiras, Gilson Rosário, líder da bancada de oposição, está incluído em uma lista na qual deveriam constar apenas os nomes de pessoas com baixa renda, de acordo com denúncia formulada pelo também parlamentar Jorge, conhecido como Biu do Tabuleiro. Gilson, apesar do cargo que ocupa, aparece entre os beneficiários do Bolsa Estiagem – Estado da Paraíba. O auxílio existe para ajudar agricultores que tiveram suas plantações devastadas pelos desastres naturais, a exemplo da seca. Ele nega estar recebendo o benefício.

No entanto, a denúncia voltou a esquentar o debate na Câmara Municipal durante audiência pública realizada nessa quinta-feira (16). A manutenção do nome de Gilson na lista de beneficiários foi questionada pelo líder da situação, Kilson Dantas, que afirmou que na relação de abril deste ano o ‘colega’ teria recebido o auxílio de apenas R$ 80 dado aos agricultores que necessitam da ajuda do governo federal.
“O vereador Gilson nunca foi agricultor e nunca chegou a plantar um pé de feijão sequer”, afirmou Kilson fortalecendo a denúncia de Biu do Tabuleiro que tem cobrado de Gilson que ele peça o cancelamento da sua inscrição no Programa Bolsa Estiagem.
“Já que ele diz que não recebe esse dinheiro então deveria pedir o cancelamento para que seu nome seja retirado da lista, porque ele tem tirado dinheiro de um agricultor simples que precisa dessa pequena quantia”, disse Biu.

Gilson nega o recebimento do benefício

O vereador Gilson Rosário negou que esteja recebendo o benefício do Programa Bolsa Estiagem. Ele informou que desde janeiro, quando assumiu o cargo de vereador, deixou de sacar a quantia. “Desde janeiro quando eu tomei posse que eu não saco esse dinheiro. O problema é que meu nome, por um erro de lá, ainda consta na lista, mas eu não tenho recebido esse dinheiro”, afirmou.
O que é o Bolsa Estiagem
O Bolsa Estiagem ou Auxílio Emergencial é um benefício federal instituído pela Lei Nº 10. 954, de 29 de setembro de 2004 com o objetivo de assistir famílias de agricultores familiares com renda mensal média de até 2 (dois) salários mínimos, atingidas por desastres no Distrito Federal e nos municípios em estado de calamidade pública ou em situação de emergência reconhecidos pelo Governo Federal, mediante portaria do Ministro de Estado da Integração Nacional.
Critérios para a família ser elegível a esse benefício 
Para receber o benefício a família tem que preencher os seguintes requisitos:
1. Residir em município em situação de emergência ou estado de calamidade pública, reconhecido pelo Poder Executivo Federal entre janeiro e outubro de 2012;
2. Ser agricultor familiar com Declaração de Aptidão ao PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) – DAP
3. Possuir renda mensal média de até 2 (dois) salários mínimos;
4. Estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal;
5. Não ter aderido ao Garantia Safra 2011/2012.


Clique aqui e confira a lista do mês de abril


Focando a Notícia
Compartilhe no Google Plus

Sobre Colunista

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment