Policias da Paraíba e Pernambuco cercam fronteira para capturar quadrilha de explosões de banco

De acordo com a delegada da Polícia Civil Rosário Leite, os assaltantes saíram atirando no prédio do destacamento da PM, nos carros das policias Civil e Militar ( PE) e em placa de trânsito

Uma mega operação foi desencadeada nas primeiras horas desta quinta-feira (2), na fronteira da Paraíba e Pernambuco, para prender uma quadrilha que explodiu, simultaneamente, duas agências bancárias (Bradesco e Banco do Brasil), na cidade de Tuparetama, localizada no Sertão do Pajeú pernambucano. O crime ocorreu por volta das 2h30 desta quinta (2).
“A fronteira entre os estados está toda monitorada e a qualquer momento vamos prender os acusados pelo crime ousado. Foram duas agências ao mesmo tempo – que ficam na mesma rua. Eles saíram atirando no prédio do destacamento da PM, nos carros das policias Civil e Militar ( PE) e em placa de trânsito. Como eles fugiram com destino a cidade de São José do Egito (PE) que faz fronteira com outras cidades da Paraíba como Prata, Ouro Velho e outras, acreditamos que parte da quadrilha está refugiada também na PB”, disse a delegada da Polícia Civil Rosário Leite, acrescentando que as policias paraibanas foram comunicadas.
De acordo com a delegada, a quadrilha formada por cerca de 10 homens invadiu a cidade, efetuou diversos disparos para o alto na tentativa de amedrontar a população e explodiu duas agências. “Com o impacto, os estabelecimentos tiveram a estrutura interna danificada”.
Leite revelou que do Bradesco, os criminosos levaram R$ 58 mil. A quantia levada do Banco do Brasil ainda não foi revelada. “Os caixas eletrônicos estavam cheios porque é período de pagamento de aposentados e servidores municipais. Estamos analisando as imagens e um já foi identificado”. 




Por: Amaury O. Alves
Fonte:  http://portalcorreio.uol.com.br/
Compartilhe no Google Plus

Sobre Amaury O. Alves

Texto.
    Blogger Comment
    Facebook Comment